quinta-feira, 18 de setembro de 2014

CRIANÇAS DO BEM.

Missa das crianças acontece na Igreja de Santa Luzia


     A animação e muita fé tomaram conta na primeira missa das crianças, realizada na Igreja Santa Luzia, no último domingo (14), presidida pelo pároco Luis Gabriel Mendoza, cjm.
     
     Tendo uma temática voltada para as crianças, a celebração eucarística constituiu em partes de fantoches, biscoitos invés do Corpo de Cristo para os pequenos, e leituras, ditadas pelos menores. 
     
      "Foi muito bom. Muitas crianças não entendem o que se passam em uma missa normal. Gostei da ideia." revela dona Maria, aposentada.
     
    Para o Padre Luis Gabriel, que não saiu de perto das crianças, sentou-se no chão, ajudou aos pequenos, e ensinou o verdadeiro sentido de Cristo, e de partes importantes de uma missa, saiu com um sorriso estampado no rosto, retratando "A  missão foi cumprida."

Reportagem de Matheus Rodrigues.


terça-feira, 9 de setembro de 2014

RESULTADO FINAL DO SORTEIO DA RIFA PAROQUIAL.

Prêmio do dia 31 de agosto.

1° Prêmio (Tv de 32 polegadas), numero sorteado: 939

Caríssimos Paroquianos, obrigado pela sua colaboração!

Mensagem do Papa Francisco a líderes religiosos mundiais

brasão_papafrancisco
MENSAGEM

Mensagem do Papa Francisco por ocasião da 28ª edição do Encontro Internacional Homens e Religiosos, promovido pela Comunidade de Santo Egídio
Segunda-feira, 8 de setembro de 2014
Boletim da Santa Sé
Tradução: Jéssica Marçal
A S.E. Johan Jozef Bonny
Bispo de Anversa
Peço-lhe gentilmente para transmitir minhas calorosas saudações aos representantes das Igrejas cristãs e das comunidades eclesiais e aos muitos chefes das religiões mundiais reunidos em Antuérpia de 7 a 9 de setembro de 2014 para o Encontro Internacional para a Paz. Agradeço à diocese de Anversa e à Comunidade de Santo Egídio por terem organizado este encontro no qual homens e mulheres de diferentes tradições religiosas estão reunidos em uma peregrinação de oração e de diálogo inspirados no “espírito de Assis”.
O tema do encontro deste ano – A paz é o futuro – recorda o surto dramático da Primeira Guerra Mundial há cem anos, e evoca um futuro no qual o respeito recíproco, o diálogo e a cooperação ajudarão a banir o sinistro fantasma do conflito armado. Nestes dias em que não poucos povos no mundo precisam ser ajudados a encontrar o caminho da paz, este aniversário nos ensina que a guerra não é nunca um meio satisfatório para reparar as injustiças e alcançar soluções equilibradas para as discórdias políticas e sociais. No final, todas as guerras, como afirmou o Papa Bento XV em 1917, é uma “matança inútil”. A guerra arrasta os povos para uma espiral de violência que depois se mostra difícil de controlar; destroi aquilo que gerações trabalharam para construir e prepara o caminho para injustiças e conflitos ainda piores.
Se pensarmos nos inúmeros conflitos e guerras, declaradas e não declaradas, que hoje aflingem a família humana e arruínam a vida dos mais jovens e idosos, envenenando relações duradouras de convivência entre grupos étnicos e religiosos diversos e obrigando famílias e comunidades inteiras ao exílio, é evidente que, junto a todos os homens e mulheres de boa vontade, não podemos permanecer passíveis diante de tanto sofrimento e de tantas “matanças inúteis”.
É neste sentido que as nossas várias tradições podem, no “espírito de Assis”, dar uma contribuição para a paz. Podemos fazê-lo com a força da oração. Todos nós percebemos que a oração e o diálogo são profundamente correlacionados e se enriquecem mutuamente. Eu espero que estes dias de oração e de diálogo sirvam para recordar que a busca pela paz e pela compreensão através da oração pode criar laços duradouros de unidade e prevalecer sobre paixões de guerra. A guerra nunca é necessária, nem inevitável. Pode-se sempre encontrar uma alternativa: é o caminho do diálogo, do encontro e da sincera busca pela verdade.
Chegou o tempo dos líderes das religiões cooperarem com eficácia para a obra de curar as feridas, de resolver os conflitos e de procurar a paz. A paz é o sinal seguro do compromisso para a causa de Deus. Os líderes das religiões são chamados a serem homens e mulheres de paz. São capazes de promover uma cultura do encontro e da paz, quando outras opções falham ou vacilam. Devemos ser construtores de paz e as nossas comunidades devem ser escolas de respeito e de diálogo com aquelas de outros grupos étnicos ou religiosos, lugares nos quais se aprende a superar as tensões, a promover relações justas e pacíficas entre os povos e os grupos sociais e a construir um futuro melhor para as gerações que estão por vir.
Com estes sentimentos, invoco sobre todos aqueles que participam do Encontro e sobre todos aqueles que o apoiam com suas orações as bençãos do Deus da Paz (cfr Rm 15, 33).
Do Vaticano, 26 de agosto de 2014
Francisco

domingo, 31 de agosto de 2014

JOVENS, CRIANÇAS E ADULTOS PARTICIPARAM DO I FESTIVAL JUVENIL VOCACIONAL


A Paróquia São João Eudes, no bairro Luciano Cavalcante, realizou, durante o fim da tarde e noite de ontem, dia 30, o seu I Festival Juvenil Vocacional, na Praça da Capela de Santa Luzia,que contou com uma presença significativa de jovens não só paroquianos como de outras paróquias e comunidades católicas da Renovação Carismática, como a Face de Cristo e a Nova Evangelização. Entre os participantes estiveram  presentes, também, as Equipes de Nossa Senhora e uma representação das Irmãs da Purificação de Maria.

O festival foi iniciado com uma missa campal, presidida pelo padre Amado Vanegas, Superior dos Eudistas no Brasil,  auxiliado pelo padre Luís Gabriel Mendoza, pároco de São João Eudes,  também  animador da celebração eucarística.


As paróquias e as comunidades instalaram barracas na Praça e mostraram o que suas pastorais e movimentos, como o “Encontro de Casais com Cristo”, mais conhecido por ECC,  estão fazendo.
No meio da Praça da Capela Santa Luzia, a quadra de esportes para a prática de vôlei, basquetebol e futebol de salão para os jovens,  foi usada para acolher as crianças com brincadeiras e jogos sendo servido um lanche para elas. No mês de setembro próximo, a Capela iniciará  aos domingos, às 10 horas,a  Missa das Crianças, que será  celebrada pelo pároco padre Luís  Gabriel. 

A noitada do I Festival Juvenil Vocacional, que teve como tema “Lançai as Redes...” foi encerrada com uma adoração ao Santíssimo Sacramento.  



PARÓQUIA COMEMORA ANIVERSÁRIO DO PADRE CRISTIANO


Paroquianos de São João Eudes comemoraram o aniversário natalício do padre Cristiano Henrique,na Casa de Formação dos "Eudistas", com um jantar-adesão, que contou com a presença de um grande número de amigos, especialmente da "Família Eudista".
O aniversariante, depois de cumprimentar a todos os presentes, de um por um, agradeceu a presença de todos e dos seus "irmãos" sacerdotes. Pelos padres "eudistas" falou Luís Gabriel, que é o pároco, fazendo um relato completo da vida de Cristiano.
Em nome dos paroquianos e dos que compareceram ao jantar, falou a paroquiano Olga, da Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

FACE DE CRISTO

A  Face de Cristo, onde o padre Cristiano é capelão, mandou uma representação formada pelo os fundadores Célia e Aluízio Nóbrega, o casal Lídia e Marcos Fonteles,. os ministros da Sagrada Comunhão, Vieira, Sávio e Alaíde, mas antes, aquela comunidade, na sua sede, depois da missa das 7 horas,  prestou uma homenagem ao aniversariante.
Depois de todos cantarem "Parabéns pra você" e de o padre apagar uma velinha, foi servido o jantar.
Logo em seguida, o padre Cristiano viajou a João Pessoa, na Paraíba, onde participa do 25º Congresso Sul-Americano das Novas Comunidades, que termina amanhã. ,