sábado, 23 de julho de 2016

PARÓQUIA COMEMORA 12 ANOS DE VIDA SACERDOTAL DO PADRE LUÍS GABRIEL E INAUGURAÇÃO DE REFORMA


A Paróquia São João Eudes, no bairro Luciano Cavalcante,  comemorou na noite de ontem,  dia 22, os 12 anos de sacerdócio de seu pároco, Padre Luís Gabriel Mendoza Morales,  com uma celebração  eucarística, presidida por ele e concelebrada pelos padres eudistas Juan Carlos e Johnja Lopez, na Igreja Matriz (Menino Deus),  no bairro Luciano Cavalcante,  com a participação dos paroquianos que foram  dar graças a Deus pelo  seu sacerdócio, e por sua dedicação e amor aos seus paroquianos.


A celebração foi iniciada ás 19h10m, com a procissão de entrada e a Igreja Matriz com suas dependências completamente tomadas por paroquianos, que participaram de uma missa muito bonita.
Depois da celebração,  os presentes foram convidados pelo padre Luís Gabriel a participarem da solenidade de  inauguração do prédio  reformado com as novas dependências da Administração da Paróquia, do salão paroquial, das salas das pastorais e secretaria, onde se realizou a solenidade do corte da fita e descoberta a placa com a data da inauguração. Em seguida, os membros da Juventude Missionária Eudista, num telão, prestaram homenagem a Luís Gabriel, mostrando histórico de sua vida, familiares e amigos e relata o que ele fez pela Paróquia. Posteriormente, o sacerdote deu a bênção e todos cantaram o tradicional  "Parabéns pra você" e foram servidos salgadinhos e refrigerantes. Todos aproveitaram a ocasião para parabenizá-lo e abraçá-lo "por mais um ano de seu sacerdócio desejando-lhe saúde por mais um ano de vida sacerdotal. Ah! , ele tirou muitas fotos e selfies, com os seus paroquianos e amigos.



HOMILIA

O padre Luís Gabriel começou a sua homília dando  "  boa noite a todos e agradecendo a todos por aceitar o convite feito para celebrar esta eucaristia de ação de graças por todos os benfeitores da Congregação de Jesus e Maria e em especial por todos os benfeitores da Paróquia São João Eudes.
Agradecemos a Deus porque avançamos notoriamente na adequação do templo paroquial e pela reforma de suas instalações. Ao final desta celebração realizaremos um pequeno ato de inauguração para dizer a comunidade que já podemos usufruir de nosso esforço.



Quero expressar meu mais sincero muito obrigado pela prontidão durante todo este tempo de reforma. Contamos profundamente com a graça de Deus que nunca nos abandona e com a generosidade de vocês .Eu sei que o nosso Deus tocou o coração de vocês e por isso, que nosso Deus recompense pelo bem que nos fizeram. Por isso é que estamos de parabéns e por isso peço uma salva de palma por todos vocês. De verdade, muito obrigado!
Neste dia de ação de graças, também elevo meu hino de agradecimento ao Senhor, porque há doze anos me consagrou como seu sacerdote. E para manifestar ainda mais a abundância de sua misericórdia, quis que minha ordenação acontecesse no dia em que a Igreja celebra a festa de Santa Maria Madalena.




As leituras proclamadas nos ajudam a entender a figura desta mulher. Quem é Maria Madalena ? Essencialmente a Palavra de Deus neste dia à apresenta como uma buscadora. Buscadora do verdadeiro amor. Maria na história de sua vida se deixou encontrar por Jesus, seu amor a alcançou, e uma vez encontrada por esse amor Maria não quis viver longe dele.
Quando penso na vocação a vida Cristã e nesta noite na vocação sacerdotal, acredito que um padre é essencialmente um eterno buscador. Buscador daquele que me amou primeiro, buscador daquele que me olhou com misericórdia, buscador daquele que não levou em conta a minha miséria, mas antes quis que brilhasse sua misericórdia. Por isso o padre há de buscar, porque, quanto mais busca mais deseja e quanto mais deseja, mais vontade tem de amar.
Maria Madalena tinha sido envolvida pelo grande amor de sua vida, Jesus, e agora nem na morte, pode viver longe dele. Por isso ela corre até o jardim, quando ainda é escuro. E quando não encontrou o corpo e achou que tinha sido roubado, inflamada em lágrimas, não se afastou do túmulo, pelo contrário: procurava a quem não encontrara, chorava enquanto buscava, e abrasada no fogo de seu amor, sentia  saudade daquele que julgava ter sido roubado. Por isso, só ela o viu então, porque só ela ficou procurando.
Quando penso nos doze anos de ministério penso como é necessário perseverar, perseverar e não desfalecer. Nesse sentido como nos faz bem a nós padres não cansarmos de buscar o Senhor. "Seu amor vale mais do que a vida". Quanto mais o buscamos lhe expressamos a nossa necessidade dele, se abrem os nossos olhos como os de  Maria e o podemos reconhecer omo nosso Mestre e Senhor..
Neste dia em que renova as primícias de meu ministério, peço a vocês meus irmãos, meus amigos, para que orem por mim e por estes meus irmãos padres para que sejamos eternos buscadores, que não nos cansemos de procurar, " porque quem procura encontra" e quem busca o Senhor ele lhe mostra Sua face e o torna testemunha da ressurreição de Jesus, da Vida Nova.
Neste dia de Maria Madalena peçamos sua intercessão, para que sejamos testemunhas da ressurreição, do amor encontrado, que nos envolveu com a sua luz e nos tornou mensageiros desse amor. Que em nosso mundo, tão ausente de amor, encontre em nós sacerdotes e povo de Deus, homens e mulheres que buscaram o verdadeiro amor e um vez encontrado nada, nem ninguém o roube.
Maria Santíssima interceda por nós padres e nos ajude a  ser fiéis.  Amém  

HOMENAGEM

Antes da bênção final, Ana Maria Rosário  falou em nome dos Associados Eudistas e dos paroquianos agradecendo o muito que o padre Luís Gabriel Mendoza fez pela Paróquia São João Eudes.

Na íntegra o pronunciamento:

PADRE LUÍS GABRIEL, SUPERIOR LOCAL DA CONGREGAÇÃO DE JESUS E MARIA, PÁROCO DA PARÓQUIA SÃO JOÃO EUDES E AMIGO MUITO QUERIDO!

Hoje é dia de festa, louvor e agradecimento!
Queremos louvar e agradecer a Deus pelo grande amor que Ele tem por todas as suas criaturas e hoje em particular pelo senhor, o dom de sua vida, pela sua família, pai, mão, irmãos e sobrinha que são a base e o alicerce de todo seu ser.
Louvar e agradecer a Deus que no seu imenso amor, cheio de misericórdia, o chamou para essa "santa e admirável" vocação. Sublime sacrifício de vida que traz vida, pois através de suas mãos ungidas nos traz a eucaristia, Jesus vivo e ressuscitado, nos levando ao caminho da salvação. 
Louvar e agradecer a Deus pelo seu sim a esse chamado e sim à Congregação de Jesus e Maria onde no dia de sua incorporação prometeu viver e morrer nela. 
Louvar e agradecer a Deus que o enviou, ainda no primeiro mês de sacerdócio, como missionário da misericórdia para este País, o Brasil, especificamente para a nossa cidade, Fortaleza.
 Louvar e agradecer a Deus que durante esses doze anos nos permitiu acompanhá-lo, partilhando a vida e a missão como verdadeiros irmãos. Louvar e agradecer a Deus por sua primeira missão no Sacerdócio e no Brasil, Vice
 Reitor do Seminário São José de Teologia da Arquidiocese de Fortaleza, como formador de sacerdotes diocesanos, de onde saíram bons obreiros para a Igreja do Senhor. 
Louvar e agradecer a Deus que o chamou a ser pastor dessa comunidade como Pároco da Paróquia São João Eudes e aqui realiza seu ministério com coragem, determinação, inovação, zelo e muito amor, amor por Jesus  e Maria e amor por suas ovelhas como verdadeiro pastor que cuida e zela por cada uma delas.
Louvar e agradecer a Deus que o fez assumir a função de Superior da Comunidade Local da Congregação de Jesus e Maria e junto com o padre Juan Carlos e padre Johnja, seminaristas, Associados, Pré Associados, amigos e colaboradores, formamos uma família espiritual, a "Família Eudista", onde partilhamos a vida fraterna e a missão segundo São João Eudes, que nos fala: "Somos Missionários da divina misericórdia, enviados pelo Pai das misericórdias para distribuir os tesouros de sua misericórdia aos miseráveis, isto é, aos pecadores e, para tratá-los com um espírito de misericórdia, de compaixão e de ternura "(São João Eudes, OCX 399).
E diante desse louvor e agradecimento a Deus por todos os benefícios que Ele já lhe concedeu, queremos entregar a sua vida e especialmente o seu sacerdócio nas mãos de Jesus e Maria, para que lhe cubram de bênçãos e lhe concedam fidelidade, humildade, paciência, bondade e caridade apostólica para continuar o ministério de santificação que lhe foi confiado, com coração grande e ânimo decidido!

PARABÉNS!!!

Fortaleza - Ceará, 22 de julho de 2016

quarta-feira, 20 de julho de 2016

PASCOM DA PSJE ESTARÁ NA COBERTURA DO FESTIVAL HALLEUYA 2016

Por: Mattheus Rodrigues
Fortaleza, Ceará

( FOTO: EVERTON LEMOS )


Começa hoje em Fortaleza a 20° edição do Festival Halleluya, que será realizado durante 5 (cinco) noites sendo promovido pela Comunidade Católica Shalom.

A festa que nunca acaba é considerado pelo Ministério da Cultura, o maior do país em se tratando de artes integradas, como música, peças teatrais, dança, esportes radicais, programas religiosos, construtores, adoração, aconselhamento, espaço kids e de solidariedade, dentre outros.

Hoje, 20, no primeiro dia do evento, a Pastoral da Comunicação (PASCOM) da Paróquia São João Eudes está credenciada para entrevistas com as atrações da noite; Batista Lima, Adoração & Vida, Filhos de Davi e Lucimare. Uma alegria para a PASCOM que está pela terceira vez consecutiva (2014, 2015 e 2016) na cobertura do Halleluya.

Confira a programação:

Quarta-feira - 20 de julho de 2016
Batista Lima
Lucimare
Adoração e vida

Quinta-feira - 21 de julho de 2016
André Leite e ID2
Adriana
Diego Fernandes
Banda Rosa de Saron

Sexta-feira - 22 de julho de 2016
Irª Kelly Patrícia
Ziza
Pe. Fábio de Melo
Tony Allysson
Ana Gabriela


Sábado - 23 de julho de 2016
Davidson Silva
Cosme
Suelly Façanha
Alto Louvor
Missionário Shalom
Banda Dominus

Domingo - 24 de julho de 2016
Naldo José
Dunga
Eliana Ribeiro
Bruno Camurati


Foto: (Festival Halleluya/ Divulgação)


terça-feira, 19 de julho de 2016

sábado, 2 de julho de 2016

A ORDENAÇÃO DE CLÉRISTON MENDES FERREIRA, O TERCEIRO SACERDOTE EUDISTA BRASILEIRO


A Capela Menino Deus, Igreja Matriz, da Paróquia São Eudes,localizada no bairro Luciano Cavalcante, nas proximidades da Câmara Municipal de Fortaleza,  acolheu, ontem, à noite, o  arcebispo de Fortaleza,  dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, para na presença de numerosa assembleia  e de vários sacerdotes, inclusive do exterior, um equatoriano, ordenar o terceiro sacerdote “eudista” brasileiro, padre Clériston Mendes Ferreira. A cerimônia de ordenação foi acompanhada com muita alegria e atenção da  assembleia, bem como por  sua família, porque o novo sacerdote é uma pessoa muito querida pelos paroquianos de São João Eudes.



A cerimônia foi iniciada com a procissão de entrada e um agradecimento do pároco Luís Gabriel ao Arcebispo, à mãe de Clériston, aos padres Marcos Studart e Amado Vanegas, da Paróquia Aparecida, de Salvador, Bahia, com um grupo de paroquianos, de uma representação da Paróquia São Pio X e “os paroquianos de São João Eudes”, representando as capelas Menino Deus, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Santa Luzia, Divina Misericórdia e Nossa Senhora da Libertação.

SEGUIDOR


O ritual de ordenação foi iniciado logo depois da homília, com dom José Antonio dizendo que Jesus Cristo formou o grupo de discípulos para levar a Boa Nova a todos as criaturas até o final dos tempos. E vieram outros para dar continuidade e anunciassem o Reino de Deus e agora escolheu Clériston, tirado do meio dos homens para servir a misericórdia de Deus. Será, com o auxílio do Espírito Santo , um desses escolhidos por Deus. Dom José Antonio aproveitou o momento para dizer “Como o Pai me enviou eu vos envio, para anunciar o Evangelho”. Em seguida se dirigiu ao Clériston e acrescentou”que sua vida seja testemunho da graça de Deus”.
Após a celebração, os fiéis participaram de um convívio ao redor da Igreja Matriz.
                                                                             

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Ao Vivo: Missa de Ordenação Sacerdotal de Cleriston Mendes


Hoje , 01 de julho, as 19 horas, será transmitida ao vivo a missa de Ordenação Sacerdotal de Cleristom Mendes direto da Igreja Matriz Menino Deus.

quinta-feira, 30 de junho de 2016

DOM JOSÉ ANTONIO ORDENA MAIS UM PADRE EUDISTA



Dom José Aparecido Tosi Marques, Arcebispo de Fortaleza, ordena, AMANHÃ, dia 1º de julho, na Igreja Menino Deus, no bairro Luciano Cavalcante, nas proximidades da Câmara Municipal  de Fortaleza, padre, o diácono Cleriston Ferreira, que chegou de Salvador, Bahia,onde fez o seu estágio como diácono, na Paróquia Nossa Senhora Aparecida.

Cleriston é o terceiro brasileiro e cearense a ser ordenado pela Congregação de Jesus e Maria, que veio para Fortaleza para os seus padres servirem no Seminário São José, no bairro Castelão, atendendo convite de dom Aloísio Lorscheider, na época arcebispo de Fortaleza.

Ele foi despertado para o sacerdócio, segundo declarou, fazendo parte de um grupo de oração do seu bairro, Democrito Rocha, onde também começou a trabalhar na Pastoral da Crisma, na Paróquia São Pio X. “Foi ai onde surgiu  a minha primeira experiência vocacional”. Ele diz que a  responsabilidade é muito grande , mas espero, com a graça de Deus corresponder. Fui chamado para o ministério e para o serviço de levar ovelhas a encontrar o caminho de Deus”.   

HISTORIA

A história de Clériston começa com a sua participação num grupo de oração do bairro Democrito Rocha, onde morava com a sua  minha família onde passei a trabalhar com os jovens  na Pastoral da crisma, na Paróquia do Pio X e dai surgiu aquela vontade no meu coração  uma experiência vocacional. Foi para a Arquidiocese, onde fiz uma experiência vocacional  e entrei   no Seminário Propedêutico . Fiz Filosofia. Um tempo depois saiu para repensar a sua vocação .e retornei em 2010, mas para a Congregação de Jesus e Maria, depois de um convite do padre Luís Gabriel, que é o pároco de São João Eudes. Na congregação dos “Eudistas”, ele fez Filosofia. Em 2014 foi enviado para o Equador, para uma experiência pastoral. Quando retornou, terminei Teologia e em novembro foi ordenado diácono e foi exercer o ministério diaconal em Salvador,na Bahia, na Paróquia Nossa Senhora Aparecida.

A ordenação de Cleriston Mendes Ferreira acontecerá na próxima sexta-feira, amanhã, dia 1º de julho,numa  solenidade  presidida por dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, na Igreja Menino Deus, às 19 horas, nas proximidades da Câmara Municipal de Fortaleza, no bairro Luciano Cavalcante. Todo o Povo de Deus está  convidado para essa ordenação presbiterial.

Cleriston celebrará a sua primeira missa na Paróquia São Pio X, dia 2 de julho, às 19 horas, “porque  foi onde eu comecei a minha experiência pastoral. Minha vocação começou lá, na pastoral da Crisma, com os jovens. Portanto, vou rezar a minha primeira missa lá”.

Sobre sua família, Clériston  disse que ela está muito feliz, graças a Deus. A minha mãe, os meus irmãos, com a minha vocação eles aprofundaram , amadureceram a fé e estão cada vez mais fortes, participando das atividades da igreja, nas pastorais e estão me incentivando muito, através das orações e incentivo na fé”.

Cleriston aproveitou para informar que a Congregação Jesus e Maria terá, com a sua ordenação, três sacerdotes brasileiros, por sinal todos cearenses: padre Marcos Studart, pároco de de Nossa Senhora Aparecida, em Salvador e Cristiano Henrique. Ele tem 34 anos e vai servir em Salvador.

Ele é filho de Maria Mendes Ferreira e Carlito Serafim Ferreira. Ele nasceu no dia 6 de dezembro de 1981, em Fortaleza. Tem três irmãos, sendo dois homens e uma mulher.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

ENCERRADOS FESTEJOS EM HONRA A NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO


Com a meditação  do Terço Mariano, coordenada  pelo movimento “Terço dos Homens”, iniciada na Capela, tendo à frente o  padre Luís Gabriel; uma procissão que percorreu as ruas Albert Sabin, Justino Café Neto, Francisco Farias Filho, Cláudio Dias Leite, Jacinto Botelho e mais uma vez a Albert Sabin e uma celebração eucarística, presidida pelo padre Johnja Lopez, ficaram encerrados na noite passada, os festejos em honra a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Capela no bairro dos Guararapes, nas proximidades do Iguatemi, pertencente a Paróquia São João Eudes, 



A festa foi  iniciada na última sexta-feira, com o Tríduo, durante o qual foi recitado o Terço Mariano, em seguida   meditação e a  bênção do Santíssimo Sacramento, terminando a liturgia  com uma missa, em seguida um convívio entre os participantes do tríduo e da celebração eucarística. Sábado e domingo a mesma programação.

FINAL

Ontem, segunda-feira, dia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, a festa foi encerrada, com a procissão  e a celebração eucarística, ficaram encerrados os festejos da padroeira. Antes da bênção final, anjos entraram na Capela conduzindo cestas com pétalas de rosas, um  terço, o coração de Jesus  e a coroa que foi colocada em Nossa Senhora como rainha de todos aqueles que a invocam como o seu Perpétuo Socorro.
A bênção final foi dada fora da Capela, depois que o presidente da celebração descerrou a bandeira de Nossa Senhora  Perpétuo, que foi  hasteada na abertura do Tríduo.